A igreja matriz de Santa Margarida foi construída durante a década de 50 do século XX, por motivo da antiga igreja se encontrar em completo risco de ruir.

Composta por capela-mor, corpo da nave, sacristia e sala anexa. Apresenta frontaria de duas águas com cruz no vértice da empena e pináculos sobre os cunhais e portal de linhas retilíneas decorado com uma cruz de pedra sobre o lintel, encimado por vão da iluminação do coro, em quadrifólio. Na torre sineira observa-se a data de 1964, O seu interior, muito simples e singelo, apenas apresenta na capela-mor um retábulo de madeira com sacrário, construído de novo no ano de 2015, seguindo os traços do estilo nacional da talha portuguesa. Todas as imagens devocionais estão expostas em nichos de pedra, das quais se destacam: Santa Margarida (a padroeira), Nossa Senhora do Rosário, São Sebastião e Santo António. Ver capelas